Header Ads

Spotlight: Segredos Revelados


Spotlight: Segredos Revelados poderia ser apenas mais um filme sobre a importância do jornalismo na vida da sociedade e ecoar Todos Homens do Presidente, mas o longa tem uma cena chave, próximo do final, quando o editor chefe do grupo Spotligh, Robby (Michael Keaton), faz um mea culpa. É nesse ponto que o filme se torna memorável e nos mostra, que na correria dos tempos modernos, não estamos dando a devida atenção para fatos importantes que nos cercam. Isso também inclui o padre da sua paróquia que trata seu filho com um carinho um tanto quanto esquisito.

Muita gente vai achar que Spotlight é sobre a denúncia de padres pedófilos na cidade de Boston, mas isso é só a ponta do iceberg. É sobre poder e como as instituições ditas grandes, que deveriam zelar pela sociedade, que por meio de troca de privilégios se unem para esconder seus deslizes. A igreja erra, a justiça erra e o jornalismo também erra quando não quer ou não consegue ver os dois erros anteriores. O que deveria ser um ode ao velho e bom jornalismo investigativo torna-se uma crítica ao jornalismo da correria atual em que, você precisa escrever rápido e postar o quanto antes para que seu leitor possa ler, ainda que tenha erros de conteúdo, apuração e ortografia. Ou você vai me dizer que não lê matérias assim todos dias nos sites ditos jornalísticos?

O elenco é espetacular, cada qual jogando na sua posição e fazendo o time se impor e chegar no resultado pretendido, um filme esplêndido. Como está virando rotina o destaque é Mark Ruffalo, que seguidamente escolhe muito bem os projetos em que trabalha. Outro que aproveita bem o filme é Michael Keaton, cujos ares de Birdman lhe fizeram muito bem e aqui tem um papel fundamental na narrativa. É preciso louvar o trabalho do roteiro e direção Tom McCarthy (O Visitante), pois é muita informação, mas entregue de maneira ordenada, com ritmo e sem nunca deixa o espectador perdido.

Spotlight: Segredos Revelados é uma reflexão singular no atual cenário do jornalismo e que ainda de lambuja abre nossos olhos de como a igreja vem cuidado psicologicamente dos seus funcionários. De um lado, a urgência das notícias vem tirando sua profundidade e, por vezes, o seu impacto. Do outro, o clérigo precisa repensar, futuramente, se a bobagem da castidade realmente traz algum benefício ao trabalho realizado pela igreja. Dois assuntos densos, complicados, de difícil solução e que essa brilhante obra cinematográfica traz à luz para discussão. Só espero que o tema, assim como uma notícia velha, não seja esquecida ou, como a igreja, ela seja varrida para debaixo do tapete.

Ps.: É importante notar grandes filmes recentes, assim como Spotlight: Segredos Revelados,   refletindo o jornalismo como O Mensageiro e O Abutre.



Spotlight: Segredos Revelados (2015)
Direção: Tom McCarthy
http://www.imdb.com/title/tt1895587/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.