Header Ads

Mogli: O Menino Lobo


A primeira coisa que veio-me à cabeça após assistir o delicioso Mogli: O Menino Lobo foi um baita arrependimento: "putz, eu devia ter vista esse filme no cinema, se possível em IMAX". Essa constatação corrobora com o atual período de excelência da Disney que tem sobre suas longas asas as animações da Pixar, os heróis do universo cinematográfico da Marvel, a multibilionária franquia Star Wars e agora, passo a passo, vai levando ao cinema adaptações de livros infantis clássicos e, como é habitual, aqui em Mogli: O Menino Lobo ela acerta de novo.


Essas novas adaptações começaram com o bem sucedido financeiramente, apesar de superficial, Alice no País das Maravilhas, de 2010, acertou em uma leitura inusitada em Malévola, de 2014,  subiu mais um degrau em Cinderella, de 2015, e chega em alto nível em Mogli: O Menino Lobo. É assustador o primor técnico e os efeitos visuais do filme, que comandado pelo competente Jon Favreau (Homem de Ferro), o espectador vive a aventura ao lado de Mogli e esquiva, literalmente, dos ataques do tigre, da cobra e de tantos outros animais que permeiam a selva em que mora o menino lobo.

Destaque para o ótimo ator Neel Sethi (eita muleque bão viu) que traz ao personagem um elemento fundamental para que o espectador tope entrar com ele nessa aventura na selva: muito carisma. A cena dele fazendo carinho na mãe loba é um nojo, tamanho o arrojo técnico, pois sabemos que aquela loba não existe, é apenas a junção de efeitos visuais com o que há de melhor na computação gráfica. 

Eu fiquei realmente boquiaberto e xinguei: "Devia ter visto esse filme no cinema, mas que poxa."

A Disney acertou em cheio ao trazer Mogli: O Menino Lobo para as telonas e fico ansioso para que tenha logo uma continuação, que já até foi anunciada, afinal, o garotinho vai crescer. Então, vamos fazer logo esse novo filme. O que mais me deixou feliz foi perceber as nunces e expressões dos atores nas feições do animais. Não tem como não ver Bill Muray e Christopher Walken nos personagens. Vá lá, assista e tente perceber qual dos animais são personificados pelos os referidos atores. Você vai sorrir como eu fiz e dizer: gente eu conheço esse rosto... já sei, é ele, é ele...

Isso aí é efeito especial? Jesus...!!!!



Mogli: O Menino Lobo (2016)
Direção: Jon Favreau
http://www.imdb.com/title/tt3040964/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.