Header Ads

Ouija: O Jogo dos Espíritos

Ah, o horror. Eita gênero cinematográfico que me proporciona tantas surpresas, mas muito mais decepções. Ouija: O Jogo dos Espíritos é uma bobagem previsível, que não assusta nem uma idosa traumatizada por assaltos. O famoso joguinho para conversar com espíritos, que aqui no Brasil é conhecida com brincadeira do copo, é apenas uma desculpa para matar menos de meia duzia de adolescentes de maneira pouco inventiva e carregada no molho "clichê".

Filme de estreia na direção, Stiles White é nada mais, nada menos, o roteirista do excelente Presságio e do eficiente Possessão.  Mas digamos que aqui, ele comete equívocos do começo ao fim. Com menos de 30 minutos eu já estava torcendo para que o tal fantasma matasse a todos. Mas piora, pois o roteiro cisma em criar um ponto de virada final pra lá de estranho e mal conduzido. Resultado, são 89 minutos de cenas previsíveis e tensão quase nula. Será que esse povo não sabe que tensão é o elemento fundamental para se conceber um filme de horror? Já que o filme economiza na tensão, vou lhe poupar de tantas palavras.



Ouija: O Jogo dos Espíritos (Ouija - 2014)
Direção: Stiles White
http://www.imdb.com/title/tt1204977/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.