Header Ads

Piratas Pirados!

God save as animações. Desde que Toy Story surgiu em 1995, as animações ganharam uma dedicada atenção desse cinéfilo que vos escreve. Contudo, há um segmento dessas obras que não optam exclusivamente pela criação em computadores e constroem personagens e cenários como se fossem em "massinha", e são animados utilizando um recurso chamado  stop motion, em que os movimentos dos modelos são  fotografados quadro à quadro. Você deve se lembrar de A Fuga das GalinhasWallace & Gromit, A Noiva Cadáver ou o lá de 1993, e meu preferido, O Estranho Mundo de Jack. Em Piratas Pirados! somos convidados a rolar de rir com um bando de marujos loucos e ficar boquiabertos com a obra de arte que a equipe desse filme criou.

Imagine uma competição para eleger o maior e mais descolado pirata dos sete mares. Parece um mote simplista, mas vai ficando cada vez mais absurdo e engraçado quando até a Rainha Victória e Charles Darwin dão as caras na história. Contudo, primorosa é a criação dos cenários reconstituindo Londres no período Victoriano. É de encher os olhos. Pena que a deliciosa bagunça criada pelos piratas não deixa tanto tempo para o espectador contemplar todas a belezas criadas para ambientar o filme.

A animação em stop motion vai galgando seu espaço e marcando território nesse mercada cada dia mais competitivo. Piratas Pirados! se aproveita bem do rastro bem sucedido deixado pela franquia Piratas do Caribe e cria um divertido entretenimento, com toques de obra de arte. Fatalmente, e ainda bem, vamos nos encontrar com Pirata Capitão e seus marujos mais vezes no futuro. Quem sabe Jack Sparrow não aparece para tomar um rum, no próximo filme.



Piratas Pirados! (The Pirates! Band of Misfits - 2012)
Direção: Peter Lord, Jeff Newitt
http://www.imdb.com/title/tt1430626/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.