Header Ads

Leonera

Quando um cinéfilo percebe algo diferente em um determinado realizador (diretor, ator, roteirista) tem por obrigação investigar o histórico da obra dessa pessoa. Minha jornada pelo cinema realizado pelo diretor argentino Pablo Trapero teve início com Abutres, sendo ratificado com o emocionante Elefante Branco. Comecei meu garimpo pelo interessante Família Rodante, e agora acabei caindo numa jaula cheio de leoas e seus filhotes. Em Leonera o espectador se depara com um contexto raramente explorado pelo cinema - uma penitensiária que possui um ala para mulheres grávidas e presidiárias com seus filhos. Agora, tente imaginar: varias celas com um monte de mães presas e seus filhos usando os espaços entre as grades para brincar? É de engolir seco.

Constante colaboradora dos filmes de Trapero, Martina Gusman, que interpreta a protagonista Julia, envolve o espectador numa atuação sensacional, nos embalando como filhos através dessa história em que nos cabe apenas refletir. Se você fosse mãe, certamente, faria o Júlia fez. Interessante que o roteiro não se compromete a revelar quem está certo ou errado. Se Júlia cometeu ou não algum crime, cabe ao espectador avaliar e tirar suas conclusões. Mas a única coisa óbvia, tanto para Júlia e o espectador é que, manter um criança presa com você não será muito saudável para ele, portanto, é necessário fazer algo. A conclusão do filme nos remete Fuga de Alcatraz, em que sabemos que não é certo, mas torcemos mesmo assim por aquele final.

Vale nota para a participação importante de Rodrigo Santoro na trama. Ele está muito bem em cena e  falando um belo espanhol. Mas quem merece todos os aplausos é Pablo Trapero que nos entrega uma história comovente e delineada com cenas lindíssimas, como na sequência final. Note que o filme nos apresenta um conto universal, que poderia ser vivido em qualquer lugar no planeta. Embora esse presente cinematográfico esteja embrulhado com papel do mundo, a fita para o laço é azul e branca. Todos que tiverem o prazer de contemplar esse belíssimo filme saberão, isso é da Argentina. Trapero é sempre muito elegante ao assinar suas obras e a cada filme nos mostra algo mais sobre nossos vizinhos hermanos.



Leonera (2008)
Direção: Pablo Trapero
http://www.imdb.com/title/tt1022606/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.