Header Ads

Notorious B.I.G.: Nenhum Sonho é Grande Demais


Notorius B. I. G. pode ser conhecido com o Rei do Rap moderno, tendo gravado apenas dois álbuns, sendo que o segundo foi lançado só após sua morte. De 1994, lançamento do primeiro disco, até 1997, ano da morte, em três anos, esse negão grandão e carismático promoveu um terremoto no hip hop mundial por conta de uma briga sangrenta entre rappers da Costa Leste e Costa Oeste americana. O Gansta Rap chegava ao seu ápice, contudo pagou o preço por misturar em demasia o mundo das ruas com o mundo da música. 

Notorious B.I.G.: Nenhum Sonho é Grande Demais é uma boa obra para conhecer quem foi o homem e artista por traz de BIG. Ele era um sujeito da rua, que cantava a rua e que, com a genialidade musical de Puffy Daddy, trouxe um frescor sonoro com pitadas de soul ao rap, mas em contrapartida apimentou demais o lirismo da poesia cantada. Temos a infância, juventude, os primeiros raps, o sucesso e o começo do fim com a triste briga que culminou nas mortes de Tupac Shakur e Notorius B. I. G. 

Cantores tentando soar como gangsters são como crianças brincando de polícia e ladrão usando armas de verdade. Para muitos a rixa costa leste versus costa oeste era apenas marketing para popularizar as gravadoras e artistas envolvidos na disputa. Mas o irritante nisso tudo é que os imbecis permaneceram vivos e os talentosos que pagaram para ver. Eles que ostentaram tanto a vida do dinheiro, não sabiam como usá-lo, afinal, o dinheiro compra tudo, inclusive a paz. Ainda que seja uma paz de mentirinha.

Interessante como biografias de rappers estão chegando ao cinema. Em 2015 foi Straight Outta Compton: A História do N.W.A. e em 2017 terá a história de Tupac Shakur em All Eyez on Me.



Notorious B.I.G.: Nenhum Sonho é Grande Demais (2008)
Direção: imdb
http://www.imdb.com/title/tt0472198/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-

Tecnologia do Blogger.