Header Ads

A Brilhant Young Mind

Pouco se sabe sobre o mundo dos autistas. E esse pouco só sabe quem se aprofunda ou vive próximo à autistas. Brilhant Young Mind, que deveria ter mantido o brilhante título original X + Y, mostra os anseios e dúvidas de um jovem autista, que craque em matemática, começa a explorar mais que seu enigmático e extenso mundo interior, para colocar a cabeça para fora e ver que há mais coisa lá fora no quintal, no mundo exterior. Já alerto: é uma obra prima.

Assim como Mentes que Brilham, o longa compõe apenas gotículas no oceano de dúvidas que temos sobre o mundo dos autistas. Mas são gotas que vão descer pela a face do espectador e ajudar a refletir sobre como lidamos com o diferente. Não gosto do termo diferente, pois no fundo todos somos. Cada qual tem suas especifidades. Autistas são geniais, mas alguns [idiotas] insistem em nos dizer que são geniosos, reforçando assim o preconceito. Temos dificuldades em adentrar o mundo deles, mas eles também tem dificuldade no nosso. Ou seja, estamos dentro da mesma equação.


Como em um problema matemático, dos vários propostos ao protagonista, o talentoso Asa Butterfield, temos que verificar as variáveis, as constantes, talvez a raiz cúbica das coisa ou até a cotangente (que raios é isso mesmo?). Não é uma tarefa fácil, assim como a matemática, mas o resultado é sempre espantoso e emociona. O mesmo se aplica para nossa relação com os autistas. Não importa quem vai começar, afinal, a ordem dos fatores não altera o produtoA Brilhant Young Mind é uma obra tocante que irá lhe chacoalhar e chamar sua atenção para um assunto pouco discutido pela sociedade. Autismo não é especial. Autismo não o diferente. Autismo é apenas, autismo. 

Ps.:  A belíssima cena final de mãe e filho no café é daquelas que eu nunca vou esquecer na minha vida. Eu amo Sally Hawkins.




A Brilhant Young Mind [ X + Y] (2014)
Direção: Morgan Matthews
http://www.imdb.com/title/tt3149038/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-

Tecnologia do Blogger.