Header Ads

Kill Your Friends


Kill Your Friends é uma espécie de versão remix de Psicopata Americano. Um executivo da área musical faz literalmente, de tudo, para prosperar no seu trabalho. Carregado de ironias, palavrões, um pouco de sangue, muita cocaína e o melhor do cenário pop musical britânico dos últimos anos. Menos hard que o primeiro americano, o longa pode agradar quem aprecia obras subversivas, ao estilo Clube da Luta, mas será complicado decodificar todas as piadas pop inglesas se você não sabe quem é Geri Halliwell.

Escrito e roteirizado por John Niven, do livro homônimo, o filme exibe o ótimo Nicholas Hoult que destila veneno e desfila talento. Falta algo ao texto para o deixá-lo memorável, mas vale pela ótima crítica ao sistema musical, que lhe enfia tímpano adentro qualquer porcaria, que bem trabalhado "mercadologicamente", vira hit. No fundo ninguém dá a mínima para música boa. O que importa é que vire hit e venda. Tipo Spice Girls.

Kill Your Friends é divertido, arrogante, um típico inglesinho irritante, mas é um remix. Você já ouviu algum remix melhor que original? Ainda assim gostei muito. A cena fossa ao som de Karma Police, do Radiohead, foi muito inspirada. Adoraria ver uma atualização século XXI para o filme, já na era da internet  como o cenário musical vive sem a venda de álbuns e a pluralização da pirataria. O protagonista mataria não só os amigos, mas todos que passassem a sua frente.

Ps.: A piada com as bandas indies metidas a engajadas é formidável. Eu mataria todas (quase todas).



Kill Your Friends (2016)
Direção: Owen Harris
http://www.imdb.com/title/tt2948356/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.