Header Ads

Trash: A Esperança Vem do Lixo

Não consigo entender como Trash: A Esperança Vem do Lixo não conseguiu ser sucesso no Brasil? O filme é muito bem feito, tem uma boa história, com excelente ritmo, conta com boas atuações do elenco brasileiro e, sobretudo, dos três meninos protagonistas, e ainda consegue uma reflexão social bastante pertinente. O que mais a platéia brasileira deseja para consumir um bom cinema? Ah, comédias rasteiras padrão GloboFilmes. Putz, já ia me esquecendo.

Dirigido de maneira moderna e deliciosa por Stephen Daldry (Billy Elliot e As Horas) o longa é uma aventura/suspense/policial que pincela com elegância os problemas sociais brasileiros e propicia um ciclo narrativo muito eficiente e bem feito. Quando você começa a sorrir para a tela, (não é rir, como gargalhar de uma piada), sorrir de satisfação como aquilo que você está assistindo, é sinal que você foi fisgado pelo roteiro. O longa provoca diversos sorrisos, mas também muita tensão -  vixe, agora eles vão pegar os meninos! Nossa sinhora, foi quase! É uma ótima montanha russa de emoções. Aqui valem os créditos a engenhosa história escrita pelo autor do livro homônimo Andy Mulligan.

Temos um vilão casca grossa interpretado por Selton Mello e a sempre impactante atuação de Wagner Moura, ainda que ele tenha pouquíssimas cenas. O elenco gringo conta Martin Sheen, como um padre, e Rooney Mara, mais apagada como uma voluntária da igreja. Mas a força da narrativa reside no trio encapetado: Raphael, Gardo e Rato. Os três estão excepcionais, sobretudo Gardo e seu inglês afiado. Qualquer semelhança com Laranjinha e Acerola, de Cidade dos Homens, não é mera coincidência. Vejo Trash: A Esperança Vem do Lixo como parte de uma ironia social cinematográfica iniciada por Fernando Meireles, em 2002, com Cidade de Deus, e que embora não seja esteticamente tão sofisticado como o longa brasileiro, tem ótimas sequências de ação, suspense no ponto certo e ainda gera gratas risadas. Triste é saber que tão poucas pessoas no mundo tiveram o prazer de conhecer esse trio e curtir essa obra, que pode não ser prima, mas tem muito a dizer.  



Trash: A Esperança Vem do Lixo (Trash - 2014)
Direção: Stephen Daldry
http://www.imdb.com/title/tt1921149/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.