Header Ads

O Candidato Honesto

Podemos dizer que o diretor Roberto Santucci é um Phd em comédias da nova geração do cinema brasileiro. Goste você ou não, ele tem no currículo obras hilárias como Até que a Sorte Nos Separe, De Pernas Para o Ar e as respectivas, porém mais fracas, continuações. Em O Candidato Honesto, novamente em parceria com o homem comédia no cinema brasileiro, Leandro Hassum, o diretor vai de encontro a piada mais pronta e previsível do país - zoar a política. As chances de soar pedante e previsível eram grandes demais, mas não é que o filme rende boas risadas e tem uma acidez até saborosa.

Hassum é o mesmo maluco com suas caretas, que filme após filme, continua funcional, assim como Jim Carey e tentando se tornar um Jerry Lewis (ainda falta muito). Amparado pelo roteiro azedo de Paulo Cursino, eles esculhambam a classe politica brasileira. A coisa é tão amarga, que sobra até para a mídia e a imprensa, que muitas vezes se associam a esses políticos demagogo e corruptos. Claro que não é uma crítica sofisticada e intelectualmente engajada, mas sim ironias sutis para serem consumidas pela população, ou seja, piadas que as pessoas conseguem entender. Isso não torna o filme menor ou rasteiro, mas palatável e funcional. Tem muito realizador que tentar fazer cinema político aqui na terra que Cabral desembarcou, mas não tem a sensibilidade de criar uma cena como a do filho tentando subornar o pai. Essa cena vale o filme.

O Candidato Honesto não vai mudar a maneira como o brasileiro encara a política, nem mesmo o discurso final do personagem de Hassum terá algum efeito nas pessoas que assistirem. Então do que vale ficar rindo da politicagem que é feita nesse país, se o filme não consegue nos acordar? Essa boa comédia é apenas mais uma peça no castelo de ironias e provocações que o cinema brasileiro tem construído, que teve seu início no primeiro Tropa de Elite, e vai se transformando em uma reflexão politizada por parte de quem assiste essas obras. A arte te convida a pensar. Quem muda é você. Quem escolhe é você. Quem vota somos nós. Mas se queres continuar como está, tudo bem, é uma opção. Mas não se queixe se um dia seu filho tentar lhe subornar.



O Candidato Honesto (2014)
Direção: Roberto Santucci
http://www.imdb.com/title/tt4083076/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.