Header Ads

Apenas uma Chance

Eu adoro filmes britânicos, sobretudo por conta da acidez desse povo estranhamente interessante. Embarquei em Apenas Uma Chance por conta do seu protagonista James Corden (Mesmo se Nada Der Certo) que é pouco conhecido ainda, mas farejo muito talento. O longa conta a estória de Paul Potts, um pacato vendedor de celulares que deu a si mesmo uma última chance e se inscreveu em um programa de calouros chamado Britain's Got Talent, em 2007 (veja a apresentação). Esse tocante filme mostra muito mais que um jovem a procura do seu sonho ou vencer suas limitações, ele passeia pela magia e o encantamento que a música traz as nossas vidas.

Dirigido com esmero por David Frankel (O Diabo Veste Prada) o longa é uma jornada engraçada e sensível. Não se trata daqueles draminhas melodramáticos que transforma o sujeito sonhador em um herói da noite para o dia. Paul Potts é uma persona complexa e o espectador sorri e até chega às lagrimas querendo saber mais sobre ele. Ainda fica melhor quando Julz (linda atriz Alexandra Roach), sua candidata a namorada, toma de assalto as cenas. Adoro como o cinema britânico nos brinda com uma ótima atriz, fora dos padrões de beleza hollywoodianos, e ainda assim saímos completamente apaixonados por tamanha exuberância. E Julz tem um papel fundamental na vida de Paul, culminando lá a frente na decisão de participar do programa.

O belíssimo trabalho de James Corden fez-me sair sorridente após os 103 minutos da produção. Uma pequena estória, de um sujeito quase insignificante para o mundo, mas que tem um impacto gigantesco para quem tiver o prazer de assistir Apenas uma Chance.



Apenas Uma Chance (One Chance - 2013)
Direção: David Frankel
http://www.imdb.com/title/tt1196956/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.