Header Ads

Palavrões

Jason Bateman é um nome forte no gênero da comédia. Sua carreira possui bons filmes como Uma Ladra Sem Limites e Eu queria ter a sua Vida, mas também tropeços como Quero Matar Meu Chefe. Aí o sujeito cisma que é o Clint Eastwood ou o Tom Hanks e decide ir para atrás das câmeras dirigir. Claro que não basta ser o manda-chuva, ele também deseja atuar como o protagonista. Muitos tentam a mesma coisa, e acabam gastando dinheiro e sujando o carisma. Felizmente, Bateman esfrega seus Palavrões na cara dos críticos desconfiados e transforma uma comédia ultrajante em um ácido filme sobre rancor e vingança.

Guy Trilby (Jason Bateman) nunca venceu os concursos para soletrar palavras quando era pequeno e, já adulto, descobre uma brecha no regulamento que o permite concorrer com crianças de 10 anos de idade. O espectador fica se perguntando: por que esse idiota quer tanto vencer esse concurso? Entre palavrões e situações vexaminosas, o longa nos faz rir e também refletir sobre as atitudes de Trilby. Claro que o longa encontra uma âncora fundamental no garotinho de origem indiana Chaitanya Chopra, interpretado pelo ótimo jovem ator Rohan Chand, que rouba para si todas as cenas.

Bateman consegue fazer uma comédia ácida e até, um tanto cruel, na qual a cena final é muito eficiente e significativa. Não é uma obra primorosa, mas é um belo primeiro passo assumindo a direção. Palavrões pode assustar pelo título, mas garanto que muitos vão concluir o filme dizendo o óbvio: Porra, filme bom pra caralho.



Palavrões (Bad Word - 2014)
Direção: Jason Bateman
http://www.imdb.com/title/tt2170299/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.