Header Ads

[REC] 4: Apocalipse

O estupendo primeiro capítulo da franquia de horror espanhol [Rec] possibilitou uma ótima oxigenada no gênero, mas os longas subsequentes,  [Rec] Possuídos e [Rec] 3 - Gênesisapesar de serem eficientes, não conseguem transpor a linha do lugar comum. Prometido como último capítulo da saga da repórter Ángela Vidal e os zumbis raivosos, o longa funciona ao criar um bom clima de tensão e alguns sustos, mas soa mentiroso e no final, de uma canalhice gigantesca. Afinal, o raso estratagema sobre quem é o hospedeiro e  a cena final sobre o destino do parasita são propostas para surpreender o espectador, mas que na verdade se tornam meros esquemas para enganar quem está assistindo. Convenhamos, você acompanha quatro filmes da franquia, assiste os dois longas derivados produzidos nos EUA (Quarentena e Quarentena 2) e quando chegamos a prometida conclusão, temos uma "piadinha". O que dizer? Yeah, Yeah... "pegadinha do malandro", Glu, Glu.

Imagine você carregando um motor de barco e picotando zumbis com a hélice. Visualmente é interessante, mas poxa vida, não dá. Isso não funciona. O grande vacilo dessa quarta parte é deixar, quase de lado, o conceito de falso documentário (Found Footage) que era a marca da série. Opa, mas o filme não se chama REC? Então, o que está sendo gravado? [REC] 4: Apocalipse é uma enganação que até funciona como um filme de terror "pontual", mas não vai além disso. Contudo, essa franquia nos possibilita uma boa reflexão sobre o gênero horror, na qual ótimas e até geniais obras quase sempre são transformadas em franquias, cujo objetivo é tentar sugar o máximo de dinheiro que a marca conseguir. Não é coincidência que Jason, Freddy, Chucky tenham seguido o mesmo destino e hoje vivam no limbo.



[REC] 4: Apocalipse (2008)
Direção: Jaume Balagueró
http://www.imdb.com/title/tt1649443/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.