Header Ads

Maze Runner: Correr ou Morrer

Com os sucessos de crítica e público das franquias "apocalípticas teen" Jogos Vorazes e Divergente era sensato acompanhar também a saga Maze Runner. Composta de quatro livros, Maze Runner: Correr ou Morrer é o primeiro episódio de uma franquia, que assim como as outras citadas, propõe uma reflexão social utilizando o embate entre juventude e um ambiente déspota. Ou seja, as três franquias são essencialmente muito parecidas, mas veremos como cada uma se desenvolve e apresenta suas conclusões teóricas. A saga Maze Runner é a que tem o início mais tropego entre as três, contudo tem força o bastante para aguçar a curiosidade do espectador e convidá-lo para acompanhar Thomas e sua turma de corredores.

Dirigido pelo estreante Wes Ball, a trama pode soar um tanto confusa, pois os elementos para que o espectador monte o quebra-cabeça do enredo é entregue de forma bem gradativa. Não que isso seja um problema, mas para o grande público isso pode gerar uma demora excessiva para que ele se sinta dentro do filme. O longa também carece de uma presença forte no elenco, afinal, não há ninguém muito conhecido, e o desempenho dos jovens atores não traz nada tão circunstancial para enriquecer a produção.

O que fisga o espectador mesmo é a história criada por James Dashner, escritor dos quatro livros, que nesse primeiro episódio encurrala os jovens em um pequeno terreno cercado por um gigantesco e hostil labirinto. Ué, por que eles estão ali? Quem os colocou? Por que não fogem? Qual o motivo de temer tanto o tal labirinto? Essas perguntas dos espectadores no início da trama são a força motriz do caráter do protagonista, Thomas. É preciso encontrar uma saída e descobrir o que há lá fora, além do labirinto. Essa questão é que deixa o público salivando para saber como aquilo tudo vai acabar.

O final é bem confuso e estranho, mas ainda assim nos deixa curioso para saber se tudo aquilo ainda é uma encenação e parte do teste. Mas afinal, para que todo esse teste? Será que devo acreditar que o Sol realmente acabou com o nosso planeta? Maze Runner: Correr ou Morrer deixa muito mais perguntas do que esclarecimentos, o que nem sempre é bom parao filme. De toda forma esse primeiro capítulo semeou a semente da dúvida e quero conferir em 2015, no segundo filme Maze Runner: Prova de Fogo, se todo esse labirinto de informações terá algo interessante e ambicioso. Duvido muito, pois ainda faltarão mais dois livros para serem levados para as telonas. É o cinema transformando ansiedade em dinheiro. Essa Hollywood num vale nada mesmo... (risos).



Maze Runner: Correr ou Morrer (2014)
Direção: Wes Ball
http://www.imdb.com/title/tt1790864/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.