Header Ads

Virando a Página

Hugh Grant é um ator sem grande badalação (tirando sua escorregada com cortesãs do amor no passado), mas que possui uma carreira regular e com obras no mínimo interessantes. Nessa nova parceria com o diretor Marc Lawrence (Letra e Música) temos em Virando a Página um filme agradável, sem maiores pretensões, mas que atende bem o seu objetivo: nos fazer refletir sobre o que é realmente importante nesse momento para as nossas vidas. Entender que o tempo passa e mesmo que você tenha recebido um Oscar, em breve, ele será um elemento de pouca relevância na sua vida e que as prioridades mudam.

Um filme sobre um roteirista em declínio, com um potencial romântico com uma mãe separada, não é das premissas mais originais e convidativas. Contudo, isso se torna mais saboroso quando temperamos com o talento de Marisa Tomei. Eita menina que tem o poder de deixar ensolarado um filme dito mediano. Virando a Página está longe de ser Um Lugar Chamado Notting Hill ou Um Grande Garoto, mas é uma obra bem realizada e que rende uma boa reflexão, mesmo que seja pequenina.



Virando a Página (The Rewrite - 2014)
Direção: Marc Lawrence
http://www.imdb.com/title/tt2509850/

   The Lazarus Effect
(2015) on IMDb 

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.