Header Ads

Blind Detective

Eis que o detetive caminha pelas ruas com seu Bastão de Hoover, mais conhecida como bengala para cegos, e parece seguir alguém. Utilizando de seu olfato, aprimorado em virtude da cegueira, ele acompanha o cheiro forte e fétido que exala das axilas suadas do seu suspeito. Mas alguém também o segue, mas como era de se esperar, ele não vê. Com inteligência, astúcia e humor, Blind Detective mostra muito mais que um curioso método de investigação por parte de um detetive, mas também que o cinema precisa e pode ser visto de uma outra maneira.

Dirigido pelo experiente diretor chinês Johnnie To (do ótimo Vingança) o longa não pode ser enquadrado como um suspense policial, nem um drama, ou uma comédia de humor ácido. Está tudo misturado, muito bem temperado e aguça a curiosidade do espectador, que se pergunta: como esse detetive conseguiu encontrar essa peça que faltava na investigação? Simples. Ele procura onde ninguém olhou antes. Lembrando muito Sherlock Holmes, de Sir Arthur Conan Doyle, ele põe em prática os três princípios básicos do maior investigador da literatura - observação, dedução e conhecimento. A cena em que ele e a policial Ho reencenam um crime e discutem as possibilidades do criminoso é espetacular. Fica ainda mais delicioso quando o filme utiliza essa mesma ferramenta narrativa nos demais casos, criando uma clima surreal e instigante para o espectador. Em vários momentos, o detetive cego Johnston conversa com as vítimas, ainda que em sua imaginação, e debate com elas no intuito de encontrar as peças que faltam para a solução do caso.

É fundamental pontuar o excelente trabalho de Andy Lau, que interpreta o detetive. Esse ótimo ator chinês tem nada mais, nada menos que 152 filmes no currículo incluindo obras primas como Conflitos Internos (que é muito melhor que a refilmagem Os Infiltrados) e O Clã das Adagas Voadoras. A cena que ilustra o cartaz acima, dele com uma arma e um crânio à mão é uma citação única e inigualável à Hamlet. Eu não gosto muito de refilmagens, mas Blind Detective é uma obra que merece a atenção dos estúdios americanos. Que seja a TV, pois eu assistiria fácil uma série sobre Johnston, o detetive cego. Algo como a saudosa e ótima série Lie to Me.

Uma pena que Blind Detective e grande parte do cinema chinês não chega para o grande público, mas que graças à internet, essa lacuna é amenizada. O filme pode soar estranho aos olhos acostumados com o mesmo cinema, as mesmas cenas e as mesmas emoções. Infelizmente, estamos diante de uma audiência um tanto cega, que não quer ver além. Há muito mais lá fora do que o cinemão pipoca das salas de shoppings. Quem sabe Johnston, o detetive cego, nos ajude a enxergar uma solução.



Blind Detective (Man tam  - 2013)
Direção: Johnnie To
http://www.imdb.com/title/tt2332707/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.