Header Ads

O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida

As animações, já há alguns anos, tem segurado o cinema atual em seu triste, mas progressivo declínio. Se contabilizar, gasto anualmente mais de 60% do meu investimento em ingressos para assistir filmes de animação. Isso por quê? Por que, geralmente, essa experiência cinematográfica vale o dinheiro investido. Em O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida, novamente sai encantado com a riqueza estética e conceitual da obra, que direcionada claramente para as crianças, diz: é preciso preservar as árvores. Natural que nesse novo mundo, cuja palavrinha da moda é "sustentabilidade", esse tipo de argumentação fatalmente iria acontecer. Curioso é que o filme se baseia em um livro infantil de 1971, O Lorax, quando o escritor Dr. Seuss já falava sobre a importância da preservação ambiental e o impacto do nosso modo vida teria no futuro.

O longa faz uma analise bem simples sobre a importância das árvores em nosso mundo. E para explicar isso a uma criança, o roteiro cria uma cidade artificial, com bastante tecnologia e sem árvores. Para adultos a história pode soar um pouco superficial, mas o foco da obra são as crianças, a próxima geração. Convenhamos, Dr. Seuss concebeu Lorax na década de 1970, e assumo, eu não fazia ideia de sua obra. Se a conhecesse, talvez não teria me comportado tão mal com meu planeta e com as árvores. Portanto, é um filme para instruir a nova geração.

 Interessante é que durante a exibição notei certa semelhança temática com o maravilhoso Horton e o Mundo Dos Quem!, que descobri posteriormente também ser baseado em um livro do mesmo Dr. Seuss. Em ambas as obras há algo fabuloso sendo transmitido às nossas crianças: é preciso respeitar o outro. Por menor que seja, dito em Horton, ou por mais insignificante que pareça, como são as árvores pelas quais passamos todos os dias e não notamos que só estamos vivos e respirando nesse planeta, é por conta delas. No fundo isso já foi nos mostrado, com uma ironia dilacerante, em Wall-E. Independente disso, perceba que estou discutindo meio ambiente e não paro de citar filmes de animação. Fico feliz ao perceber que, ao menos, nossos filhos e crianças estão compulsivamente assistindo esses filmes, sobretudo, repetindo incansavelmente esses conceitos. Se isso renderá uma geração melhor para nosso mundo, difícil saber. Nada contra o desenhos da minha infância, mas que dá uma inveja dessa mulecada de hoje, isso dá.



O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida (Dr. Seuss' The Lorax - 2012)
Direção: Chris Renaud, Kyle Balda
http://www.imdb.com/title/tt1482459/


Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com -
Tecnologia do Blogger.