Header Ads

Anderson Silva - Como Água

Com a explosão do UFC no Brasil, Anderson Silva tornou-se um nome e um rosto conhecido. O documentário Como Água tem a falsa pretensão de tentar sintetizar a vida do lutador nos momentos que antecedem a luta mais importante de sua carreira, a batalha com norte-americano Chael Sonnen. No fundo, trata-se de um documento visual de tudo que envolveu a luta. Ou seja, o que levaria espectador que não é fã do UFC e do lutadores de MMA - Artes Marciais Mistas a ver esse filme? Curiosidade para entender esse que é o esporte que mais cresce no mundo. Opa, isso é esporte? Infelizmente, o documentário não trata essa questão.

Como documento do embate entre Anderson e Sonnen, o filme se sai bem, mostrando quase todas as etapas da preparação para a luta, passando pelos árduos treinos até a chatas aparições em eventos e as previsíveis entrevistas à jornalistas. Senti falta da tão falada preparação alimentar na qual os lutadores emagrecem arduamente para ficar no peso ideal para a categoria. Curioso é que anuncia-se para um futuro próximo a revanche dessa luta, e o documentário certamente terá um bom desempenho comercial para promovê-la. Portanto, se você não sabe nada sobre a treta mais azeda do mundo do UFC, que envolve os dois, assista o filme.

Já para mostrar quem é Anderson Silva, Como Água é superficial, e não consegue mostrar muito do homem por trás da máscara de gladiador. Segue-se uma linha clichê de apresentar o lutador junto com a família e os filhos em cenas esporádicas, acrescentando pouco a narrativa. E um determinado momento, durante a fase de treinamento que foi realizada nos Estados Unidos, ele reclama que sente falta da família, que ficara no Brasil. Esse treinamento durou cerca de três meses e ficar tanto tempo longe das pessoas que ama, certamente, o abalou. O filme não consegue mostrar essa angústia, apenas colhe um depoimento de Anderson sobre isso, mas não mostra as consequências desse distanciamento na personalidade do lutador. Enfim, apesar de todos os esforços do diretor Pablo Croce, Anderson Silva continua um sujeito misterioso. Marrento, descolado, controverso no mundo UFC, muito seguro em cima do octógno e que pode soar arrogante aos que o analisarem rapidamente. Lá no fundo, tem algo bacana nesse sujeito, que literalmente, na porrada, quer mostrar que é alguém. Como ele mesmo diz, se não fossem as lutas e as artes marciais, talvez ele ainda fosse atendente no McDonalds.

No fim, Anderson até deixa uma boa lição de moral - ninguém vai te bater mais do que o próprio mundo... a questão não está no quanto você pode bater, mas sim o quanto você pode suportar ao apanhar... é assim que se vence na vida. Se MMA é esporte ou não, isso fica para ser tema de discussão no bar. Mas é interessante ver que o lutador mais temido do mundo, é uma pessoa tão suave.


Anderson Silva - Como Água (Like Water - 2011)
Direção: Pablo Croce
http://www.imdb.com/title/tt1872819/ 

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.