Header Ads

Um Dia

Baseado no best-seller de David Nichols, Um Dia é uma emocionante e triste história de amor. Dois jovens recém formados tem uma rápida relação amorosa e a partir desse dia, 15 de julho, o roteiro vai apresentando ano a ano, durante um dia, a evolução dessa amizade, dos encontros e desencontros desse casal e que cismam em não concretizar esse amor.

Em certos momentos a narrativa do filme me remeteu ao clássico Antes do Amanhecer, pela sua leveza cômica e as ótimas performances do casal interpretado por Anne Hathaway (Emma) e Jim Sturgess(Dexter) . Os espectadores torcem ao longo do filme para que o imaturo Dexter perceba o tamanho do amor de Emma por ele. Os anos vão passando na narrativa e os fracassos sociais de Dexter vão mostrando a beleza de Emma. As mulheres devem adorar o filme, pois apresenta claramente como os homens são um tanto lesados e lentos para perceberem o óbvio.

Uma constatação que o Um Dia apresenta é como Hathaway é linda, mesmo que sua personagem use algumas roupas de gosto bastante duvidoso. Se no começo ela apresenta-se como uma nerd desengonçada, já no fim, ela exibe toda sua exuberância tendo Paris como pano de fundo. O espectador é guiado pelas ações de Emma, mas o filme não é sobre ela. O terceiro ato do longa segue em uma direção reflexiva, o que pode afastar os espectadores que desejam apenas um filme romântico comum. É justamente nessa virada que Um Dia se destaca como um dos melhores filmes de romance dos últimos anos. Assim como em Apenas Uma Vez, as relações amorosas possuem conclusões nem sempre tão felizes, mas isso não quer dizer que não foi romântico.

É difícil não conter as lágrimas, o que alguns podem encarar como melodrama barato. Os cinéfilos mais escolados irão antecipar alguns fatos do roteiro, o que pode soar clichê. Contudo, na vida, algumas coisas são realmente clichês. Fazer o quê? Prova que o longa é maduro e inteligente está na cena da conversa de Dexter com o pai sobre o que fazer no futuro. Após os créditos percebemos que Um Dia é um drama, que usa como enredo um belo romance refletindo que nem sempre é fácil seguir em frente. Mas como diria Freddy Mercury, "inside my heart is breaking, my make-up may be flaking but my smile still stays on". Portanto, a vida é assim - The Show Must Go On.

Ps.: A trilha sonora e o tema principal composto por Rachel Portman é lindíssimo.


Um Dia (One Day - 2011)
Direção: Lone Scherfig
http://www.imdb.com/title/tt1563738/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.