Header Ads

Renascida do Inferno

Há um milhão de jeitos para matar um bom filme, mas a mais importante delas é a péssima adaptação do título do filme do inglês para português. The Lazarus Effect (tradução livre para O Efeito Lázaro - aquele que Jesus ressuscitou) para Renascida do Inferno. A tradução pedante do título pode espantar os cinéfilos, mas o longa tem uma ideia interssante, ainda que não seja muito bem trabalhada. Um grupo de cientistas realiza uma pesquisa sobre a possibilidade de reanimar uma pessoa ou animal, que acaba de ter morte cerebral. O que começa com um soro de sobrevida para pacientes, acaba se tornando um elixir para ressuscitar os mortos.

O primeiro longa de ficção do diretor David Gelb tem uma boa sacada, apesar de bem parecido com o bom Linha Mortal. Aqui há um caráter mais cientificista e que, tange superficialmente, uma reflexão religiosa. Metade do longa é bem temperado, com boas doses de suspense até o surgimento da antagonista, a ressuscitada Zoe (Olivia Wilde). Para minha surpresa ela não vira um monstro destruindo tudo e matando a todos. Ela não vira de imediato, mas para minha tristeza o filme descamba para o previsível. Sim, ela mata todo mundo, e se torna uma espécie de Jean Grey, dos X-Men, possuída pela Fênix.

Renascida do Inferno poderia ser uma atualização moderna e com uma discussão mais ampla sobre os limites da ciência, mas o longa prefere trilhar o caminho seguro de um mediano filme de suspense, que com medo de assumir sua porção ficção científica, prefere por razões econômicas ser catalogado como terror. O resultado final é degustável, mas salivei por mais.




Renascida do Inferno (2015)
Direção: David Gelb
http://www.imdb.com/title/tt2918436/ - 
 The Lazarus Effect
(2015) on IMDb

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.