Header Ads

How to Get Away with Murder

Advogado sempre teve uma imagem suja e de caráter duvidoso. Todos merecem o direito de se defender, mas a maioria das pessoas não conseguem entender por que o tal advogado vai defender aquele assassino. Se o status dos homens da lei nunca foi dos mais límpidos, depois de How to Get Away with Murder (HGAM) vai ficar ainda pior.

O primeiro questionamento é: o que leva uma atriz espetacular como Viola Davis, em plena ascensão no cinema, escolher um projeto de TV? É óbvio que há um desafio tão interessante que fez com que a atriz embarcasse em um projeto longo como uma série de TV. E convenhamos, sem Viola, HGAM não seria nada. Refazendo a frase: Viola é tudo e muito mais na série.

Temos então uma narrativa rápida, ácida e que brinca de maneira perigosa com questões morais. Para ter êxito no seu propósito vale tudo? Essa é a indagação proposta pela série para o espectador. Para Annalise Keating (Viola Davis) o que importa é vencer o caso, não importa como. Claro que essa visão poderia reduzir a protagonista apenas ao papel vilã, algo já visto em Patty Hewes (Glen Close), na série Damages. Mas o primoroso trabalho de Viola e dos roteiristas acrescentam camadas formidáveis à personagem. A pergunta então muda: por que ela precisa tanto vencer? quem ela quer convencer?

Junte ao tempero um grupo de promissores estudantes de direito que, interessados no status e na oportunidade profissional de estagiar com Annalise, acabam aprendendo literalmente "Como se livrar de um assassinato". How to Get Away with Murder é deliciosamente amargo e árido, com ótimas atuações e discussões bastante oportunas. A estonteante primeira temporada fez-me sentir o frescor e a intensidade de Breaking Bad, o que é um baita elogio. Vamos aguardar o grande teste: se a segunda temporada consegue manter a mesma força  da primeira.



How to Get Away with Murder (2014)
Criador: Peter Nowalk
http://www.imdb.com/title/tt3205802/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-

Tecnologia do Blogger.