Header Ads

Qualquer Gato Vira-Lata

O cinema nacional tem explorado com inteligência o gênero "comédia romântica sem grandes pretensões". Qualquer Gato Vira-Lata é um filme bobinho que desce suave no fim de tarde de domingo ou numa noite chuvosa de sábado. Cléo Pires mistura bem o estilo femme fatale com pitadas de insegurança e explosões hormonais.

É evidente que a discussão cientificista pouco tem relevância, cuja a conclusão do filme chuta para escanteio descaradamente. O que importa mesmo são as piadinhas e gags utilizadas para demonstrar algumas situações pitorescas na relação entre homem e mulher. No fundo, você já passou por alguma delas e acaba rindo. Não é o melhor filme do mundo e talvez nem se lembre dele depois de uma semana, mas diverte por alguns minutos. Sendo esse o objetivo, ele então cumpre bem.





Qualquer Gato Vira-Lata (2011)
Direção: Tomas Portella
http://www.imdb.com/title/tt1730133/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com 
-

Tecnologia do Blogger.