Header Ads

Armardilha do Destino

Por vezes um filme tem uma boa idéia, mas na hora "H", no momento de sustentá-la, este não consegue se manter. Armadilha do Destino tem um premissa bem instigante: um homem acorda todo ferido dentro de um carro e sem entender como foi parar ali. Tudo indica que ele caiu de um abismo e perdeu a memória com a queda. Ele não sabe quem é, o que faz ali e quem são aquelas pessoas mortas que estavam no carro.

 O começo possibilita bons momentos, em que a personagem sem nome de Adrien Brody luta para sair do carro, pois sua perna fica presa nas ferragens. Gera-se um angústia incomoda no espectador, afinal, todos torcemos para que alguém saia de uma situação como essa. Apesar de todo esforço e talento de Brody, nada poderia ser feito para salvar o roteiro confuso e inseguro do filme.

Um dos primeiro erros está no conceito rastejante de locomoção do protagonista. Como alguém ferido na perna pode se locomover se rastejando daquele jeito por toda floresta? O segundo equivoco é a forma desleixada ao explorar as alucinações que tomam conta dele. O cachorro supostamente imaginário funciona muito bem, até que o protagonista toca nele. Se era para criar uma impressão de alucinação, o cão deveria estar presente, mas nunca ao alcance do toque. Essa possibilidade de que o cachorro nunca foi real fica clara na cena final do filme.

O grande erro de Armadilha do Destino foi a pretensão de seus realizadores, sobretudo o diretor Michael Greenspan e o roteirista Christopher Dodd, em acharem que a história poderia ser maior ou mesmo grandiosa. Como poderia ser um grande filme, se o antagonista, um felino faminto que vive na floresta, nunca se mostra como uma grande ameaça? O simples é sempre o melhor caminho. O medo de parecer ser simplista, faz com que alguns cineastas abandonem as soluções mais simples. Se o longa se concentrasse na incerteza do papel do protagonista dentro daquele carro no momento do acidente, teria-se um bom filme e um diretor cuja a carreira merecia ser acompanhada. De qualquer maneira, o único pesar é ver Adrien Brody perder tempo com roteiros tão insossos.


Armadilha do Destino (Wrecked - 2010)
Direção: Michael Greenspan
http://www.imdb.com/title/tt1316622/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com -
Tecnologia do Blogger.