Header Ads

Deadgirl

Dois jovens amigos matando aula resolvem passar o tempo visitando um antigo hospício desativado. Entre uma cerveja e outra eles adentram as escuras e vazias instalações e descobrem um corpo. Entre a curiosidade e o fascínio, ambos observam o corpo nú de uma mulher amarrada. A melhor tabulação de aula da vida deles só não contava que a garota ainda estava viva.

Deadgirl é um filme meio lento, sem um grande charme, que em seu princípio apresenta um leque de clichês do gênero de horror / suspense. Contudo, ao revelar o segredo da garota morta [claro que não vou contar] ganha uma camada bastante interessante e atiça a curiosidade do espectador. Dois adolescentes, no ápice da puberdade, vendo uma mulher nua amarrada, já se imagina que tipo de "merda" vão fazer. É isso aí, transar com uma mulher semi-morta.

O filme brinca, de forma até perigosa, com a idéia do estupro, pois os dois amigos começam compartilhar a mulher com outros colegas. Mas algo mórbido e perigoso se esconde por trás dessa mulher que pouco reage as investidas sexuais dos garotos.

O longa tem suas falhas, sobretudo no já batido tema do garoto que se apaixona pela garota inalcançável. Entretanto, é a partir desse tema, que se constrói a mensagem sombria e de desesperança que filme propõe sobre a atual juventude. Todo o nojo e repugnância que o longa suscita, na verdade se dá pelas atitudes dos jovens, o que leva o espectador a torcer para que a mulher, ou seja o que for aquilo, mate a todos.

Deadgirl é um bom filme para quem aprecia o gênero do terror e quer experimentar algo novo, com leve sopro de inteligência e menos sangue à base de suco de groselha. Vale a pena dar uma conferida.



DeadGirl(2008)
Direção: Marcel Sarmiento e Gadi Harel
Duração: 114 minutos

-
Tecnologia do Blogger.