Header Ads

Superbad – É Hoje

Superbad – É Hoje é uma daquelas comédias adolescentes em que a trama circunda a incansável procura juvenil pela primeira transa. Apesar da existência de inúmeras comédias que têm como base o mesmo enredo, poucas são eficientes. Entretanto, essa grata comédia entra fácil no seleto grupo onde se encontram Porky's - A Casa do Amor e do Riso, O Último Americano Virgem e o primeiro American Pie.

O longa é produzido por Judd Apatow, responsável por Virgem aos 40 anos e Ligeiramente Grávidos. A trama gira em torno das desventuras de três adolescentes que precisam comprar bebidas, de forma ilegal, para uma festa e assim embebedarem as garotas e conseguirem transar. O filme é divertidamente desbocado (a palavra "fuck" é dita 186 vezes), engraçado e ainda proporciona piadas muito inteligentes, sobretudo relacionadas à cultura pop atual. Ressalto a ótima trilha sonora em que se sobrepõe o funk. Não a dos morros cariocas, mas o original, made in anos 70. Outro parênteses é a hilária dupla de policias bêbados.

Maior mérito do longa é em meio a tanta bobagem divertida realizar uma mensagem final sutil, sem forçar a barra ou apelar para reflexão moral. Superbad – É Hoje é um besteirol bem bacana, mas desaconselhável para aquela tia velha solteirona que só de ver um membro genital masculino desenhado se ruboriza toda. Acredite, tais desenhos aparecem até nos menus do DVD. Insano, mas muito divertido.


Superbad – É Hoje (2007)
Direção: Greg Mottola
Elenco: Jonah Hill, Michael Cera, Christopher Mintz-Plasse, Bill Hader, Seth Rogen.
Duração: 114 minutos

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
Tecnologia do Blogger.