Header Ads

Do Outro Lado da Porta


É difícil sair do lugar comum, sobretudo quando o gênero é o terror. Mais ainda quando se trata de um filme de fantasmas, aparições, gente morta atormentando. Basicamente, tudo de bom sobre o tema já foi feito, ou quase. O interessante Do Outro Lado da Porta não tem nada de novo, mas a roupagem indiana, com todo seu misticismo cultural, deu um sabor de "curry" diferente para o longa.

A mãe perde o filho e se sentido culpada pelo incidente resolve fazer contato com ele no além. [Falei que não tinha nada de novo.] Contudo, ela mora na Índia, e lá é um local bem pitoresco para lendas e coisas estranhas. O filme tem boas pitadas de angústia e, felizmente, não chega a ser histérico em seus sustos (o que vem se tornado uma prática comum no gênero). Lembrou-me os bons filmes de horror asiáticos que até ganharam refilmagens em Hollywood, como O Chamado, O Grito e Espíritos - A Morte está ao seu lado.

Do Outro Lado da Porta é um bom filme e, mesmo com sua conclusão previsível, compensa com uma cena final sacana, colocando toda narrativa em loop. Simples, eficiente e com uma roupagem fora dos padrões. Vou procurar outros filmes do diretor Johannes Roberts. Não há elogio maior meu que dessa última frase.

O filme usa referência ao povo Aghori. Clique se tem coragem de saber mais. 



Do Outro Lado da Porta (2016)
Direção: Johannes Roberts
http://www.imdb.com/title/tt3702652/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-


Tecnologia do Blogger.