Header Ads

Better Call Saul - 1ª Temporada

Com o fim da trágica saga de Mr. Walter White, de Breaking Bad, os fãs já alfinetavam o criador da série, Vince Gilligan, para trazer para a TV a história do adorável advogado canastrão, Saul Goodman. Pouco mais de um ano após o triste desfecho do homem com o chapéu, fomos convidados a entrar no inebriante e complexo mundo de Jimmy McGill (Bob Odenkirk), o homem que se esconde por trás do nome Saul Goodman.

Better Call Saul (BCS) começa com um episódio estonteante e deixa bem explicito para os fãs: sim, será do mesmo nível de Breaking Bad (BB). E realmente, a série tem todo o gracejo e sofisticação que fez da saga do professor de química produtor de metanfetamina um sucesso. Se em BB acompanhamos o declínio moral e a transformação monstruosa de um pacato cidadão em um sórdido bandido, em BCS temos algo quase oposto. O jovem Jimmy é um golpista rasteiro, que se não fosse a ajuda do irmão advogado, certamente, passaria mais tempo na cadeia do que livre. Jimmy é um boa pessoa, que tenta fazer o certo, ainda que o diabo o atente em quase todos os episódios. Por mais que ele se esforce, alguém sempre o passa a perna, ele retorna a sua triste realidade e lembra que ganhava mais e se divertia mais, aplicando os golpes.

A primeira temporada acompanha essa angústia de Jimmy, um advogado de porta de cadeia que ganha uns trocados para defender o que quase sempre é indefensável. Mas ele acredita que pode mudar isso. Ele acredita muito em si mesmo. Curioso é que essa fé inabalável, com uma grande pitada de cara de pau, é o segredo da receita de Saul, uma personagem tão sensacional, que conseguiu não só convencer Mr. White, mas também uma legião de fãs da série BB. Esse misto de canalhice com obstinação será vista no futuro e dita para Mr. White: "Você pode contar qualquer história se você acreditar nela". Nesse episódio de BB ele diz para Walter White que transou com um mulher, convencendo-a que ele era Kevin Costner. E não é que BCS mostra isso, veja o trailer abaixo.


A série vai além de Saul e mostra paralelamente a história de Mike Ehrmantraut (Jonathan Banks). O sexto episódio, que conta como Mike foi parar na cidade de Albuquerque, é maravilhoso. Vendo agora o drama pessoal Mike, e sabemos como essa história vai acabar, Mr. White se torna um sujeito ainda mais horroroso. 

Mas quem é o dono do palco é o talentoso Bob Odenkirk, que interpreta o atual Jimmy, futuro Saul. Temos o prazer de acompanhar mais detalhadamente o trabalho desse fantástico ator, que consegue momentos sublimes sem pronunciar uma só palavra. O embate dele com o irmão, no nono episódio, deve o capacitar para todos os prêmios da temporada. 

A primeira temporada Better Call Saul é um passo firme e muito bem realizado, se levarmos em conta que ela é uma série derivada (spin-off) de uma das mais aclamadas da TV de todos os tempos, Breaking Bad. Ela consegue ter sua própria aura, autonomia para se descolar um pouco do mundo de BB, mas sabendo costurar com inteligência e sutileza a vida de Saul "Jimmy" Goodman e Mr. Walter "Heisenberg" White. A primeira cena da série deixa claro, que tudo vai acabar muito mal. Mas eu me sinto tão bem em saber disso. Salivando pela próxima temporada. 



Better Call Saul - 1ª Temporada (2015)
Criadores:  Vince Gilligan, Peter Gould
http://www.imdb.com/title/tt3032476/

Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.