Header Ads

The Night Of

O primeiro episódio de The Night Of é um primor em todos aspectos e, para esse nada modesto resenhista, um dos melhores episódios e introdução de uma série já realizados na TV mundial. O episódio tinha mesmo que ser exuberante pois toda a temporada gira em torno da famigerada noite em que  Nasir 'Naz' Khan (com o ótimo Riz Ahmed) encontra com Andrea, regada a drogas, sexo e assassinato. Um dia ruim, com a pessoa errada, no local errado, na hora errada. Ah, ainda pode ser pior, pois além de todas as mancadas inimagináveis, Naz é de origem paquistanesa  e muçulmano. A série tem um quê de preconceito étnico em sua trama que deixa tudo ainda mais amargo.

Preso em flagrante ele precisa de um advogado, mas o pior tipo deles se apresenta para ajudá-lo. Jack Stone (John Turturo) é um advogadinho de porta de cadeia que caça migalhas de dólares conseguindo acordos para traficantes, prostitutas e pequenos infratores. O caso de Naz está muito acima se suas possibilidades, mas ele vislumbra uma chance de fazer um bom dinheiro. Escolado com as tramoias do sistema policial e judiciário, ele sabe como orientar, mas falta-lhe pedigree. Sim, ele é um advogado vira-lata, que tão maltrapilho, usa sandálias, por conta de eczema horrorosa nós pés. Quais as chances de Naz sair dessa, vai se perguntar o espectador. Quando o primeiro episódio acabada sabemos que essa chance é algo bem próximo do zero.

Não converse com ninguém sem a presença do seu advogado


A estupenda história de The Night Of permeia as mazelas dos sistemas policial, prisional e judiciário dos EUA, em que todos deveriam ser tratados iguais, mas alguns são menos iguais que os outros. Nos primeiros episódios sentimos pena de Naz, mas que gradativamente vai gerando dúvidas no espectador: será que ele é mesmo inocente? Ele precisa aprender a sobreviver rápido na prisão e para isso, toda aquela aura inocente vai sendo cortada, como os cabelos dele, e o menino assustado vai se transformando em um homem frio, inteligente e meticuloso. Culpado ou inocente, não importa, toda aquela experiência mudará pra sempre com Naz, matando o menino que cometeu um erro, e gerando um homem de futuro duvidoso.

O menino assutado já ganha as feições de um homem sério.

O maior mérito da produção é conseguir sintetizar com harmonia as pequenas histórias e culminá-las na grande mensagem da série. Não é sobre injustiça ou justiça, mas o quão árido o sistema é e as cicatrizes que ele deixa em quem um dia vem a precisar dele. A conclusão tem um gosto agridoce, embora o espectador queira sorrir, o gosto sempre amargo da série tornar isso inviável. John Turturo, sua eczema e o gato merecem todos os prêmios da temporada. É algo tão estupendo, que a cena final tinha que ser mesmo aquela. Cena maravilhosa. Mas o que dói mesmo é ter a noção de quantos meninos como Naz a sociedade perdeu por conta de equívocos no sistema judiciário pelo mundo. Making a Murderer é outra série que mostra bem isso.

Vou sentir falta desses pés.


Jogo do Dinheiro (2016)
Criação:  Richard Price , Steven Zaillian
http://www.imdb.com/title/tt2401256/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.