Header Ads

Jogo do Dinheiro


Todo mundo quer ficar rico. Se possível como o mínimo de esforço. Esse é um dos paradigmas modernos do capitalismo do século XXI. Muita gente, sobretudo os jovens, embarca diariamente no mundo do "dinheiro invisível das bolsas de valores" em busca de rendimentos estratosféricos para seus investimentos. Como a ótima tradução do título enfatiza, é um Jogo do Dinheiro, com regras complexas e muito risco. Se ganha muito, mas se perde na mesma proporção.

Após a Grande Depressão de 2008 Hollywood começou a olhar com bastante criticidade o mundo financeiro entorno das bolsas de valores, exceção ao clássico Wall Street, que já mostrava que aquela farra não ia acabar bem. Ano passado foi a vez do excelente A Grande Aposta tentar traduzir o economês para o espectador comum e explicar como tudo aquilo que aconteceu em 2008 afetou as nossas vidas. Jogo do Dinheiro é o degrau de cima, em que concatena, bolsa de valores, televisão, jornalismo, empresas bilionárias com capital aberto e meros cidadãos que desejam ter rendimentos com mais de 18% ao ano. Dinheiro, ganância e showbussines. Qual a chance disso acabar bem, de novo?


Sim, é nesse cara aí que você confia as indicações onde você deve ou não colocar seu dinheiro.

Se todo mundo quer ficar rico investindo na bolsa, a TV enxergou aí um nicho de mercado e criou produtos para atender essa demanda. Lee Gates (George Clooney) é um showman que dá dicas de investimentos e, tropeçando no próprio ego, não consegue perceber tamanha responsabilidade que é dizer para as pessoas onde colocar seu dinheiro. Kyle Budwell (Jack O'Connell) é um desses jovens sonhadores, que seguindo os conselhos de Gates e por uma dessas peças que o mercado prega todo dia, perde toda a herança da mãe. Perdi todo meu dinheiro de um dia para o outro. O que fazer agora? Como há muito extremismo e terrorismo na TV, talvez seja essa saída, deve ter imaginado Kyle. 

Dinâmico e inteligente o ótimo roteiro sabe brincar com as expectativas e, a exclente direção de Jodie Foster traça o caminho para os bons desempenhos do elenco. Não há como não fazer referência a O Quarto Poder, mas aqui a discussão entre o poder da mídia e o problema social tratado pela trama são melhor trabalhados. Jogo do Dinheiro não quer culpar só os grandes conglomerados econômicos e como utilizam, sem grande responsabilidade, o capital de pessoas comuns. Quem coloca dinheiro na bolsa deveria saber o tamanho da enrascada em que pode estar se metendo. Caberia a TV, por meio do jornalismo, elucidar melhor isso, contudo, na era de muita informação e pouca orientação, a mídia transforma tudo em um grande show, com direito a danças e coreografias de hip hop. Ao fim, como tudo que envolve o mundo do Jogo do Dinheiro, quem morre ou é sacrificado são sempre os pequenos. Seja o metalúrgico com filhos, em 1929, a enfermeira que perdeu sua casa na crise de 2008, ou um jovem que quis ter lucro fácil com a herança da mãe e perdeu tudo. No fim, todos perdem. Mas para alguns, as perdas não tem grande significado, para outros, significam tudo. 



Jogo do Dinheiro (2016)
Direção: Jodie Foster
http://www.imdb.com/title/tt2241351/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com
-
Tecnologia do Blogger.