Header Ads

Vingadores: Era de Ultron

Eu sorri no final de Vingadores: Era de Ultron. Diferente de do primeiro longa, em que eu balança a cabeça negativamente. O problema é que essa evolução não deve-se aos Vingadores, mas sim a Ultron. Vixe, continuamos com problemas.

É para coçar a cabeça quando o melhor do filme é o vilão. Engraçado, inteligente, forte, enquanto a patota vingadora evoluiu menos do eu gostaria. Mas peraí, eu não dei quatro estrelas? Sim, o filme é bem executado e mesmo com Ultron roubando a cena, o enredo está mais encaixado e alguns momentos do longa beliscam o brilhantismo. Cito a enfase na relação familiar do Gavião Arqueiro e o romance do Bruce Banner/Hulk com a Viúva Negra. O melhor ficou por conta do desenvolvimento dramático das personagens. Já percebemos o início do embate entre Homem de Ferro e Capitão América, que vai ter seu ápice no próximo filme da Marvel, Capitão América 3: A Guerra Civil.

Outra coisa que funciona é o time cômico, vide a piada do martelo do Thor que cria um ciclo saboroso e termina na ótima cena com Visão. O novo herói só dá o ar da graça, mas também não representa tanto, ainda por enquanto. Mércurio e Feiticeira Escarlate estão bem, mas nada memorável.

A direção de Joss Whedon é meio bagunçada na cenas de ação, afinal, tem tanta coisa para mostrar, é tanta gente na batalha, que é difícil realizar de maneira harmoniosa. Ou seja, muitas vezes percebemos o videogame de computação gráfica que são as cenas, o que é um baita erro, em se tratando de uma produção tão cara. No final os bons acertos superam as escorregadas e a expectativa criada para Vingadores: Guerras Infinitas, Parte 1 e 2 é muito boa. Vingadores: Era de Ultron é uma peça importante no quebra-cabeça da saga que a Marvel está montado no cinema. A minha torcida é: tomara que Ultron volte um dia.



Vingadores: Era de Ultron (2015)
Direção:  Joss Whedon
http://www.imdb.com/title/tt2395427/

  Gilvan Marçal - gilvan@gmail.com 
-
Tecnologia do Blogger.